Dicas de estudo sobre programação – Determinando o objetivo

Como surgiu o dicas de estudo sobre programação

A ideia para fazer o dicas de estudo sobre programação surgiu depois de várias conversas com alguns amigos estudantes autodidata de programação. Vamos ao que interessa, resolvi fazer um pequena lista sobre algumas coisas que eu tento(sim, eu tento, as vezes é complicado manter o foco) seguir para melhorar os estudos. Gostaria de deixar claro que todo o texto é apenas a minha opinião com base na minha experiência de estudos e prática em relação a programação.

1º Dica – Determinando o alvo

Primeiro é muito importante definir o que você deseja estudar e crava-lo como alvo. Parece algo simples mas no mundo de hoje, totalmente globalizado, verdadeiro tsunami de informações, pode ser tornar algo complicado.

Minha dica é, tenha calma, experimente algumas opções antes de decidir o seu alvo, não tenha medo de errar ou fique achando que é perca de tempo experimentar algo que depois você não vai usar.

Por exemplo, escolher linguagem de programação para aprender e realmente focar os estudos, se você já conhece os fundamentos da programação provavelmente vai ser mais fácil tomar essa decisão mas se você é totalmente iniciante aconselho a pesquisar sobre algumas linguagens, vantagens e desvantagens.

Pratique as linguagens que você sentir vontade antes de decidir quais você quer se dedicar mais. Exatamente, QUAIS, quem disse que é proibido aprender ou focar em mais de uma linguagem?!! Muito calma nessa hora !!! Apesar de achar totalmente normal uma pessoa focar em mais de uma linguagem de programação, oriento a você (iniciante) a fazer cada coisa no seu tempo, um passo de cada vez, não tente engolir mais do que consegue mastigar.

Voltando ao exemplo de linguagem de programação eu pessoalmente tive uma certa dificuldade em aprender orientação a objeto e que acabou gerando um certo pre conceito com algumas linguagens e empatias por outras. Hoje eu vejo que a linguagem de programação é apenas “um meio para o fim”, não me considero um super programador, mas me considero um programador. Isso significa que eu consigo pensar em uma lógica de programação para resolver um problema, entendo a base da programação de forma geral e isso me dar uma liberdade enorme que me permite escolher uma linguagem que nunca, ou de pouquíssimo, tive contato e utiliza-lá para um determinado projeto que acredito que ela seja mais adequada. Claro que quando se vai programar em uma linguagem que se teve pouco ou nenhum contato é preciso tempo para se adaptar as particularidades de sua sintaxe.

Links ###

Vou deixar aqui o link para dois cursos gratuitos, lógica de programação e SQL, na minha opinião são conhecimentos indispensáveis para quem deseja seguir na área de desenvolvimento independente de qualquer linguagem.

Lembre-se de não se apegar a empresa ou instituição de ensino, estou passando os links da softblue pois gosto da forma que eles passam o conteúdo, recomendo que pesquise outras fontes de formas de ensino, o importante aqui são os tópicos “Lógica e SQL” a fonte, ou forma,  de estudos vai de pessoa para pessoa.

SoftBlue – Lógica de Programação

SoftBlue – Curso de SQL

Deixei seu comentários, sugestões, ou dúvidas. Muito obrigado por ler o nosso conteúdo.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons